Lesões de menisco

16/07/2018
lesão de menisco

Muitas pessoas têm dores nos joelhos e a ruptura do menisco está entre as principais causas. Elas costumam ser provocadas por traumas rotacionais sobre compressão, ou seja, quando há torção: o pé fica fixo, mas o joelho gira, o que torna a prática esportiva um momento propício para o surgimento deste tipo de lesão.

Os meniscos são cartilagens presentes dos dois lados das articulações dos joelhos e sua função é absorver os impactos estabilizando os joelhos. E como toda cartilagem, eles enfraquecem ao longo dos anos.

Quando o menisco é lesionado, o joelho pode ficar inchado, rígido e dolorido. Pode travar ou ficar fraco, sendo assim difícil de movimentar.


Para diagnosticar esta lesão, o médico realiza um exame físico e pode solicitar um raio x ou ressonância magnética. O artroscópio (instrumento iluminado que possibilita examinar o interior dos joelhos) também poderá ser utilizado.

Se a lesão for pequena, repouso, imobilização e muletas para aliviar a pressão no local poderão ser o suficiente. Gelo também será um forte aliado neste caso. Comprimir o joelho com uma faixa pode ajudar a diminuir o inchaço assim como manter o joelho elevado (com ajuda de um travesseiro, por exemplo) enquanto estiver sentado ou deitado.

Medicação oral poderá ser utilizada para aliviar a dor e o inchaço, sempre mediante prescrição médica.

Caso a lesão seja mais grave, a indicação será cirúrgica. Com a técnica artroscópica, o procedimento torna-se minimamente invasivo, sendo necessárias apenas três pequenas incisões que costumam deixar pouca cicatriz. O tempo de recuperação é curto e o paciente precisará de algumas sessões de fisioterapia e exercícios em casa para reabilitar o joelho.

ENTRE EM CONTATO